O Que Faz um Técnico de Segurança do Trabalho

Os acidentes de trabalho acontecem todos os dias no mundo, não só em empresas grandes como também nas pequenas. Eles ocorrem por vários motivos, entre os quais estão: a falta de atenção dos trabalhadores na hora da realização das atividades, os riscos comuns nas empresas, o descaso dos chefes, o mau uso ou não uso dos equipamentos de segurança e muito mais.

Todas as empresas, não importa o seu tamanho e a quantidade de empregados, têm obrigação de oferecer a todos os seus trabalhadores, uma equipe formada por profissionais, entre os quais está o técnico de segurança do trabalho.

O que faz um técnico de segurança do trabalho

O técnico de segurança do trabalho é um profissional que trabalha ao lado de outros profissionais da saúde, como o médico do trabalho, o engenheiro do trabalho e o enfermeiro do trabalho.

São muitas as atribuições do técnico de segurança do trabalho, pois ele é essencial para evitar não só os acidentes de trabalho, como também as doenças ocupacionais.

Funções do técnico de segurança do trabalho

1 – Informar ao chefe da empresa através de um relatório técnico sobre todos os riscos encontrados nos ambientes de trabalho e ajudá-lo a eliminar todos os perigos;

2 – Avisar a todos os trabalhadores sobre os riscos que eles correm nas suas profissões e informá-los a respeito das medidas que devem ser tomadas para evitar problemas;

3 – Analisar a metodologia e os processos de trabalho para encontrar os fatores de risco que podem ocasionar acidentes de trabalho, doenças ocupacionais e agentes ambientais prejudiciais aos trabalhadores, propondo a melhor solução para eliminar ou controlar os perigos;

4 – Executar os procedimentos de higiene e de segurança do trabalho e avaliar os resultados que foram alcançados.

5 – Realizar programas de prevenção de acidentes de trabalho e de doenças profissionais, com a participação dos trabalhadores, acompanhando os resultados e propondo soluções;

6 – Fazer debates, campanhas, encontros, seminários, palestras, treinamentos e reuniões, utilizando os materiais didáticos e pedagógicos, para divulgar as normas de segurança, assuntos técnicos e higiene do trabalho.

7 – Executar todas as normas de segurança que se referem a projetos de construção, reforma, fluxos e outros, ficando sempre de olho nas medidas de segurança e higiene do trabalho, não só dos empregados como também dos profissionais terceirizados;

8 – Encaminhar aos setores e áreas correspondentes, regulamentos, normas, documentação e todos os dados para o desenvolvimento e conhecimento do trabalhador;

9 – Fazer a inspeção, solicitar e indicar recursos audiovisuais e didáticos e equipamentos de proteção contra incêndio e outros materiais essenciais para o desenvolvimento das atividades com segurança;

10 – Colaborar com as atividades do meio ambiente, orientando os empregados sobre o tratamento e destino dos resíduos industriais, tornando os trabalhadores mais conscientes da importância do meio ambiente;

11 – Orientar as atividades desenvolvidas pela empresa onde trabalha, em relação aos procedimentos que devem ser tomados para evitar os acidentes de trabalho e as doenças ocupacionais.

Para se tornar um técnico de segurança do trabalho, o profissional precisa ter certificado de conclusão de curso técnico de segurança do trabalho, no país onde quer exercer a profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *